Perfil

Sou Maria Cristina. Fiz bacharelado e Licenciatura em Ciências Sociais, na PUC-SP, onde também fiz minha especialização em Projetos Pedagógicos com o Uso das Novas Tecnologias e o mestrado em Educação: Currículo (linha de pesquisa Novas Tecnologias e Educação). Professora da SEESP e professora universitária. O blog só tem como objetivo ampliar as discussões em sala de aula.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Preconceito e Discriminação

Da Agência Fapesp:
O lançamento do livro Laços de Sangue – Privilégios e Intolerância à Imigração Portuguesa no Brasil (1822-1945), de José Sacchetta Ramos Mendes, professor do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências (IHAC) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), será no dia 10 de maio.
O livro trata dos imigrantes portugueses que no período eram institucionalmente beneficiados pela legislação brasileira, com privilégios políticos, diplomáticos e jurídicos, mas que, entretanto, foram vítimas de perseguições motivadas por um forte sentimento antilusitano.
A pesquisa teve início nos arquivos do Centro de Estudos Brasileiros da Universidade Columbia, em Nova York (Estados Unidos), onde o autor trabalhou como pesquisador visitante. Segundo ele, a história do imigrante português nunca foi contada.
O pesquisador aponta inúmeros episódios de ataques contra portugueses em todas as províncias brasileiras, sendo que algumas vezes, tinham caráter violento e conta que no fim do século 19, em Mato Grosso, ocorreu uma chacina articulada simultaneamente em uma série de vilas e cidades.
* Laços de Sangue – Privilégios e Intolerância à Imigração Portuguesa no Brasil (1822-1945), autor: José Sacchetta Ramos Mendes, informações: www.edusp.com.br

Nenhum comentário:

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

bolinhas bolinhas