Perfil

Sou Maria Cristina. Fiz bacharelado e Licenciatura em Ciências Sociais, na PUC-SP, onde também fiz minha especialização em Projetos Pedagógicos com o Uso das Novas Tecnologias e o mestrado em Educação: Currículo (linha de pesquisa Novas Tecnologias e Educação). Professora da SEESP e professora universitária. O blog só tem como objetivo ampliar as discussões em sala de aula.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Mídia Alternativa: Centro de Estudos Barão de Itararé


Itararé é o nome da batalha que não ocorreu entre a oligarquia e as forças vitoriosas na revolução de 1930 e é daí que o jornalista gaúcho Apparício Torelli irou pseudônimo famoso "Barão de Itararé". Um dos criadores do jornalismo alternativo brasileiro e considerado o pai do nosso humorismo,sua verve irônica e crítica não perdoava as elites, a exploração econômica e os governos autoritários, e, por isso mesmo, foi preso várias vezes, e apanhou bastante da polícia secreta do Estado Novo. Ácido, pregou na porta do seu escritório uma placa com frase “entre sem bater” - muita gente não imaginava como surgiu esta frase, não é? Pois então, era para não "bater" mesmo!
Outra fase famosa foi obra de sua mente brilhante: criticando os udenistas (o humor brasileiro perderia muito sem a direita política) “Não é triste mudar de ideias; triste é não ter ideias para mudar”. Denunciando as fraudes da indústria leiteira disparou: “mais leite, mais água e menos água no leite”.
Conheça mais sobre nosso Barão de Itararé e sobre o Centro de Estudos Barão de Itararé visitando o sítio http://www.baraodeitarare.org.br/ e divirta-se, ainda, com frases como
“Eu saio da vida pública para entrar na privada”, “Devo tanto que, se eu chamar alguém de ‘meu bem’, o banco toma”, “Nunca desista de seu sonho. Se acabou numa padaria, procure em outra”.

Um comentário:

Jorge Ramiro disse...

Eu também sou um jornalista. Agora estou como correspondente. Eu tenho um amigo que me ajudou a encontrar aluguel buenos aires, ele mora lá.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

bolinhas bolinhas