Perfil

Sou Maria Cristina. Fiz bacharelado e Licenciatura em Ciências Sociais, na PUC-SP, onde também fiz minha especialização em Projetos Pedagógicos com o Uso das Novas Tecnologias e o mestrado em Educação: Currículo (linha de pesquisa Novas Tecnologias e Educação). Professora da SEESP e professora universitária. O blog só tem como objetivo ampliar as discussões em sala de aula.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Lilith: a primeira feminista

Durante as aulas sobre movimento feminista e movimento negro mencionei Lilith e alguns alunos desejaram saber mais sobre a suposta primeira mulher de Adão. Então, segue algum material para pesquisa:
A Cabala refere-se à Lilith como a primeira mulher de Adão. Na passagem (Patai81:455f) ela é acusada de ser a serpente que levou Eva a comer o fruto proibido. No Antigo Testamento temos uma pista interessante: em Gênesis, versículo 27 está escrito que "Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher." Parece que Adão deve ter reclamado muito da companheira Lilith porque em seguida, versículo 18, lemos '"O Senhor Deus disse: “Não é bom que o homem esteja só; vou dar-lhe uma ajuda que lhe seja adequada." e no versículo 22 Eva é criada: "E da costela que tinha tomado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher, e levou-a para junto do homem.".
Lilith pode ter sido retirada da Bíblia durante o Concílio de Trento,reforçando o papel social feminino de submissão e não iguais, ao homem. Além disso, em várias obras de arte é retratada como a serpente que tentou Eva a comer a fruta do conhecimento.
Encontramos ainda em Isaías 34:14 outra referência a esta mulher ontológica: "E as feras do deserto se encontrarão com hienas; e o sátiro clamará ao seu companheiro; e Lilith pousará ali, e achará lugar de repouso para si." A campanha de difamação contra ela resultou que em traduções recentes da Bíblia Lilith é associada a demônio ou bruxa do deserto, ou ainda como coruja.
No folclore popular hebreu medieval, ela é considerada a primeira mulher criada por Deus junto com Adão. Lilith o teria abandonado e partido do Jardim do Éden por causa de uma disputa sobre igualdade dos sexos e, a partir daí, ser descrita como um demônio.
No Alfabeto de Ben-Sira (600/1000) d.C (Ben Sira teria contado a história para Nabucodonosor), Lilith teria sido criada por Deus com a mesma matéria prima de Adão, porém ela recusava-se a "ficar sempre por baixo durante as suas relações sexuais". Por este motivo é considerada a primeira mulher a rebelar-se contra o sistema patriarcal e a primeira feminista.
Segundo este Ben-Sira, Deus teria concluído 'Não é bom que o homem esteja só "(Gênesis 2:18). Ele então criou a mulher para Adão, da terra, como Ele havia criado o próprio Adão, e chamou-a de Lilith. Adão e Lilith imediatamente começaram a brigar. Lilith disse: "Por que devo deitar-me embaixo de ti? Por que devo abrir-me sob teu corpo? Por que ser dominada por ti?" Contudo, eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual." Quando reclamou de sua condição a Deus, Adão teria retrucado: "Eu não vou me deitar abaixo de você, apenas por cima. Pois você está apta apenas para estar na posição inferior, enquanto eu sou um ser superior." Lilith respondeu: "Nós somos iguais um ao outro, considerando que ambos fomos criados a partir da terra". Mas eles não deram ouvidos um ao outro. Quando Lilith percebeu isso, ela pronunciou o Nome Inefável e voou para o ar. Adão permaneceu em oração diante do seu Criador: "Soberano do universo! A mulher que você me deu fugiu!". Ao mesmo tempo, o Senhor, bendito seja Ele, enviou três anjos para trazê-la de volta. Os três anjos foram insistiram que ela voltasse e ameaçaram afogá-la, porém ela se recusou a voltar, sendo assim condenada por Deus a perder cem filhos por dia. Desde então, para proteger os recém-nascidos da influência de Lilith, seria necessário colocar amuletos com o nome dos 3 anjos (Snvi, Snsvi, e Smnglof), lembrando-a de sua promessa".
Tadinho do Adão, não é? Eva teria então sido criada a partir de Adão. Sua fama correu mundo: entre os povos anivos e nas escrituras hebraicas (Talmud e Midrash) ela é referida como uma espécie de demônio. Além do Antigo Testamento veja também:
http://www.revistabrasileiros.com.br/edicoes/43/textos/1369/
http://www.revistaancora.com.br/revista_2/01.pdf
http://www.oarquivo.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1549:lilith&catid=83:outros-assuntos&Itemid=73
http://www.dicionariodesimbolos.com.br/searchController.do?hidArtigo=BFFA435DB18147E445A6D5101B936BB3
http://www.sbpa.org.br/sbpanovo/publicacoes/edicoes-junguianas/51-no-15-amor-erotismo-paixao/184-o-renascer-de-lilith.html
http://www.teatrodatranscendencia.com/Lilith_clipping.pdf

Nenhum comentário:

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

bolinhas bolinhas